Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Para mães com medo de piolhos

24.10.12

Eu não sei se vos acontece. Mas cada início de ano lectivo, eu pego no caderno de recados das miúdas, ao final do dia, com alguma ansiedade. Temo sempre que apareça aquele recado. Sim, o: “Serve esta nota para informar que detectamos casos de pediculose. Por favor, esteja atenta ao cabelo do seu filho”. Qualquer coisa assim do género. É arrepiante. Eu tenho duas filhas que têm muito cabelo. Eu própria tenho cabelo pelas duas. É natural que me preocupe. E é também natural que tenha medo deles, dos piolhos e das outras, das lêndeas. Acho pomposo o nome “pediculose”. Porque, em termos práticos, o que dizemos é “o meu filho apanhou piolhos”. Felizmente ainda não dei de caras com nenhum, mas tenho sido uma mãe muito chata, com perguntas atrás de perguntas, a vasculhar cada fio de cabelo, sempre a medo. Elas se calhar até acham divertido. Eu fico em pânico quando pergunto: “Tiveram comichão na cabeça?” “Há algum colega na turma com piolhinhos?” Normalmente não tenho resposta e por isso fico na mesma. Mas quando encontro uma partícula qualquer no cabelo, só me falta mesmo ir buscar a lupa. A verdade é que não vejo um piolho desde a minha infância. Mas tudo isto para dizer que, este ano, descobri que se vende nas ervenárias um pequeno frasco de Tee Oil. É isso mesmo, um concentrado de óleo de árvore. Serve de prevenção porque os bichos não gostam do cheiro daquilo. Duas ou três gotas no shampô e já está. Tem um leve cheiro a eucalipto. E é natural. Nada de químicos. Agora só falta dizer, como nos anúncios, hoje sou uma mulher nova, estou muito mais descansada. Esta reflexão acerca dos piolhos fez-me perguntar porque é que eles aparecem. Já se desmistificou aquela coisa da higiene. Mas onde é que eles andam???? Onde vivem? Eu nunca vi um piolho na rua…. Já vi pulgas, já vi carraças. Agora piolhos???? Como é que eles nascem? Bem, eu só quero é que eles morram de vez… E com isto dou-me conta que passei anos a escrever sobre negócios e que estou a escrever agora sobre… pediculose, vá, para ser mais bonito. Sem comentários. Um resto de bom dia e não se coçem, tá?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:58


6 comentários

De Sissi a 25.10.2012 às 12:21

Olá Amiga e Cunhada!!!
Eu, felizmente, nunca tive problemas com piolhos. Parece que nem esses me pegam!!! (Hehehehe ;P ). Consigo apenas fazer uma pequena ideia do teu pânico ao imaginar piolhos nas fartas cabeleiras das minhas lindas sobrinhas... Fico contente por teres descoberto algo "natural", sem químicos à mistura :)

Aproveito para te dizer que já li o teu Blog todinho!!! E adorei!!!! Adoro a tua maneira de escrever! Gosto quando estou a ler e consigo sentir os cheiros, os sabores, a chuva, o sol... Gosto quando estou a ler e parece que "estive lá", que conheço as caras, gosto quando as palavras se transformam em imagens e se tornam "reais"! E, para além disso porque ficas mais perto de mim e fico com a sensação que estivemos a beber um café e tu estiveste a contar algo...

Beijos grandes e continua simplesmente a ser quem és!!!

De Ana a 26.10.2012 às 22:35

Adorei o post,fizeste-me lembrar a minha mae quando eu andava na escola,ou quando estava com os meus primos\"nao vos quero com a cabeÇa encostada a ninguém\".Bem eu por experiencia propria ,normalmente até era eu quem pegava piolhos ao meu irmao e até há minha pobre mae :(.Cheguei a ter alturas que nem o quitoso fazia efeito e quando já nada fazia efeito a unica solução era cortar o cabelo(pois tenho um cabelo super encaracolado),ainda me lembro de chorar em frente ao espelho. Bem os anos passam e os piolhos tb ahahah(GraÇas a Deus),mas fiquei com trauma e só de ouvir falar em piolhos até me coço.É verdade como fiquei com a mania de olhar para a cabeça das pessoas,descobri faz 2 anos que o sobrinho tinha,tive de lavar com liquido proprio porque já tava com medo de tar com eles.E aqui jaz esta conversa de piolhos :)

De Ana a 26.10.2012 às 22:35

Adorei o post,fizeste-me lembrar a minha mae quando eu andava na escola,ou quando estava com os meus primos\"nao vos quero com a cabeÇa encostada a ninguém\".Bem eu por experiencia propria ,normalmente até era eu quem pegava piolhos ao meu irmao e até há minha pobre mae :(.Cheguei a ter alturas que nem o quitoso fazia efeito e quando já nada fazia efeito a unica solução era cortar o cabelo(pois tenho um cabelo super encaracolado),ainda me lembro de chorar em frente ao espelho. Bem os anos passam e os piolhos tb ahahah(GraÇas a Deus),mas fiquei com trauma e só de ouvir falar em piolhos até me coço.É verdade como fiquei com a mania de olhar para a cabeça das pessoas,descobri faz 2 anos que o sobrinho tinha,tive de lavar com liquido proprio porque já tava com medo de tar com eles.E aqui jaz esta conversa de piolhos :)

De Becas a 04.11.2012 às 21:23

AHAHAHA adorei o post. A tua cara.
E saudades desse cabelão :)
beijinhos

De Daniel Shaw a 19.11.2012 às 20:44

estes piolhos irritantes, incomodado nossa família por um ano. Eu tentei tratamentos quitoso e outros, mas nenhum deles foram forte o suficiente. Não foi até que visitou o nosso primo em espanha que me foi dito para obter um tratamento LouseBuster. Em menos de uma hora nossos piolhos foram embora e nunca mais voltar. Foi um tratamento bastante caro, mas na minha opinião vale a pena. É como um secador de cabelo, mas do futuro. você pode ver um vídeo dele em lousebuster.pt

De susie a 14.03.2013 às 11:32

Olha vou testar essa do tee oil. Eu sempre tive uma tendencia desgraçada para atrair insetos q adorma um sanguinho (ainda se fposse pra atrair vampiros gostosos, mas nao, affe). Na infancia so apanhei piolhos duas vezes mas agora em adulta ja vou pra 3º vez!!! mas q raios, eu sinceramente nao sei onde os apanho!!!! tb faço perguntas do tipo: ONDE ELES ESTAO??????? o mais irritante é q SOU EU APANHO!! mas pq so gostam de mim??? é como os mosquitos...pode ter 15 pessoas numa sala, so eu sou picada. q nervooosssssss
dizem q é sangue doce loool aparentemente sou um menu apreciado, como as batatas fritas e bifes pra maioria de nós haha

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D