Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Paralelismos

22.10.12

Estar desempregada ou estar a trabalhar numa segunda-feira é quase a mesma coisa. Em termos de sentimento, claro. Já nem uso a desculpa do ceú, de estar cinzento, de poder chover. Sou das poucas pessoas que devo gostar do Outono. Não faz mal. Habituei-me a ser das poucas pessoas em muita coisa. A verdade é que hoje é um dia chato. Sem grande energia. É segunda-feira. A manhã começa tão cedo, na estrada a seguir sempre os semáforos, e a olhar para os ponteiros do relógio. Elas não podem chegar atrasadas ao colégio. O caminho de regresso, com paragens obrigatórias porque é preciso inventar alguma coisa antes de me enfiar em casa. Mesmo que seja para ler e escrever, ler e escrever, etc e tal. Que tédio. Mas apenas porque é segunda-feira. Amanhã será melhor, penso sempre. Na minha cabeça e neste texto, eu posso ser tal como sou. E escrever livremente. Até a madrinha me dizia “olha, para ocupares o tempo faz o que sempre gostaste: escreve”. Eu penso na idade dela. De como ela me viu pequenina, com meses… de como ela e eu falamos, hoje, ao telefone, separadas pelos 300km de distância. E ela lembra-se disso. De mim sempre agarrada aos cadernos, com os livros atrás, a escrever cartinhas para as melhores amigas. É por isso que voltei a tudo isso. Aos cadernos, às cartas também. Quando estacionei o carro junto ao colégio, a Joana preparava-se para uma espécie de birra. Queria que a fosse buscar às 16h00. Mas eu só vou buscá-la às 16h30. A diferença é tão pouca, mas dou por mim a dizer num tom mais rígido: “A mãe também tem vida”. Às vezes, as verdades saem, assim, à bruta. Eu posso estar desempregada, hoje, mas continuo a ser tão válida como qualquer outra pessoa. Se calhar, preciso de me mentalizar disso mesmo: que a vida continua, mesmo quando continua de uma forma diferente, quando a profissão que sempre adorámos ficou lá atrás…

“O meu nome é Ana Cunha Almeida. Hoje é segunda-feira e eu estou aborrecida”. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:08


4 comentários

De Anónimo a 22.10.2012 às 12:46

Este blogue promete tanto Aninhas... Não sou, definitivamente, seguidora de blogues, mas este seguirei com atenção, desconfio bem. Da mesma maneira que tenho a suspeita (tricky word, these days) que uma segunda-feira cinzentona de outono pode bem ser capaz de dar azo a um grande projecto de leitura - e quem sabe, algo mais *** tati

De RIN a 22.10.2012 às 23:48

Adorei, minha querida. É honesto. É real. És tu. E com o teu talento, tenho a certeza de que não vai ser sempre assim.
Beijinho enorme desta leitora e amiga,
Rita

De Rita a 24.10.2012 às 11:36

Adorei! Continua a escrever-me, que eu vou continuar à espera que o carteiro deixe mais uma das tuas cartas. Bjs.

De Paula Mello a 03.11.2012 às 11:52

Tu és uma lutadora e uma excelente escritora Que estes sejam ensaios para a publiaçãol de um livro.Um livro qualquer. Um romance. Um livro para crianças. Um diário.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D