Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Público

10.10.12

Hoje, precisamente, agora, a esta hora, está uma redacção inteira à espera de saber quem são as 48 pessoas que vão para o olho da rua. É no Público. Aquele que sempre foi o meu jornal de referência ainda antes dos tempos de faculdade.  
Nunca trabalhei lá. Mas, hoje, mais do que nunca, estou naquela redacção com todos aqueles que amam fazer jornalismo. E que vão ter de se ir embora, certamente com um "lamento, mas não dá mais..." que é sempre assim qualquer coisa sem sabor. A tarde de hoje lembra-me também a minha tarde ou as tardes que se seguiram ao "não tenho boas notícias para ti". Um nó na garganta. Vontade de chorar e de fugir. Esta é uma tarde triste, profundamente triste para o Público e para mim, para todos aqueles que amanhã acordarão sem um objectivo concreto, sem a certeza do que será a sua vida daqui para a frente. Tenho a esperança que, pelo menos, os meus colegas do Público possam ter a verdade. Apenas isso. Já significaria muito para um novo começo. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:37



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D